Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
MINHA AMIGA


Minha amiga,
onde está a poesia
que eu lia 
em seus olhos?
Que foi feito
dos poemas
que escrevia?
Que foi feito
dos seus sonhos?
Minha amiga,
a indiferença
é ausência de amor
de poesia...
É preciso que escreva
seus poemas
como sempre escrevia.
Minha amiga
não esconda
a poetiza que há em você.
Porque a vida continua
e é preciso não morrer.



silasol
Enviado por silasol em 16/07/2006
Código do texto: T195248

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (CITE O NOME DO AUTOR E LINK PARA A OBRA ORIGINAL). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
silasol
Sabará - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
653 textos (73307 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:56)
silasol