Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cleciomaníaco in Juninos

Recordo as dores que tu sentiu,
As lágrimas que lavraram o solo.
Tuas mãos ressequidas em meu colo
De quando comigo você caiu...

Uma força inesperada!
Uma canção felizarda!
Só tu tivestes meus abrolhos.
Só tu pudestes ver com meus olhos.

Se em mim jogaram pedras,
Cuidastes de meus ferimentos.
Se atiraram-me as feras,
Chorastes meus sentimentos.

Da minha carne não és,
Mas sabe quando afundo em letargia.
Dos calos de meus pés,
Raspa-os por primazia.

Amigo! Difícil ter um verdadeiro!
Mas quando se encontra... um desabafo.
Tendo um, divulga ao mundo inteiro!
E afasta as amarguras em desazo.
Humberto Amorim
Enviado por Humberto Amorim em 20/07/2006
Código do texto: T198127

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Humberto Amorim
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil
55 textos (1923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:08)
Humberto Amorim