Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indizível

Ah, meu amigo
indizìvel tu o dizes
porem te digo, por certo
antes de outros matizes
só vê o prisma, o desperto!
Presta atenção,
nos infindáveis nuances
na orquestra dos pensares
onde a pura razao
exclui-se dos romances,
tornando as vidas, pesares.
Indizivel, tu o dizes
e eu te digo, talvez
se fosse nossa amizade
dada por certa e imutavel
seríamos acaso felizes?
Pergunto de que se fez
a confiança , a saudade,
a esperança que plantaste
o sorriso que semeei?
Fez-se no coração que palpita
no brilho do olhar que que me fita
a alma, o espirito que ama.
Indizível, tu  o dizes
e eu pergunto
traduz-me amigo querido
porque tu és, inegavelmente...
inexprimivel, inesquecivel, inimaginavel...
és tu...indizível?



Ao amigo que me fez sorrir por sua existencia, Cavaleiro da Esperança.
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 03/08/2006
Código do texto: T208214
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
776 textos (34942 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:13)
Liane Furiatti