Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DAS CINZAS DA POESIA,


Ressurge uma força tamanha
Abocanhando vocábulos
Perdidos no tempo
Reúnem-se as letras e ditam elas
Regras de felicidades mil
Haverá no mundo só alegria
Desfazendo as mazelas e sofrimentos
Só a amizade e o carinho reinarão
Sob a égide do pleno amor!

Denise Severgnini



DAS CINZAS DA POESIA

Renasce a alegria
Nas cinzas da poesia
Ao findar de um poema
O poeta ri e canta
Com o coração!
Como um ser no encanto
Com as entranhas loucas
Sente o amor, que sonha!
Num corpo de uma majestosa Deusa...
Há ternura nos versos, nas ruas,
Árvores e aves!
Dançando sob tempestades da ironia
Num ritmo da melodia suave
Que reflete à felicidade
Nas poças d’água
Onde estão as esperanças de uma volta
Que o destino cruel um dia
O lacrimejou com um triste adeus...


A Denise, Lourdes e leitores do Site
Data22/08/2006
Agostinho M. da Costa.




Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 22/08/2006
Reeditado em 24/08/2006
Código do texto: T222812

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916680 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 23:59)
Denise Severgnini