Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Calipso

César este é para Ti...

Ás vezes no silêncio do meu exilio
Lembro-me do passado com saudade
Das vezes em que nos rimos
Das partidas que pregamos
Do tanto que me ensinaste

Foram muitas as horas
Ainda mais as conversas
As histórias que partilhamos
As palavras que confessamos
O que vimos renascer

Aí vivi histórias que recordo
Tempos que deixaranm saudade
Pela simpatia que me transmitiram
Por tudo aquilo que sobrevoei
Apesar de nao ter conseguido poisar

Hoje, tenho uma campainha
Ela toca para a entrada
Não se cala na hora do lanche
E berra quando é altura de abalar
Não tenho as brincadeiras
Sobra-me a companhia do rádio

Tenho apenas o que aí não tinha
Trabalho e mais trabalho
Reuniões e mais reuniões
Decisões que não têm fim
Para chegar à certificação

E olhando para trás
Escrevi estas palavras
Para te dizer que não esqueço
As horas nesse gabinete
E o quanto me custa a saudade

Um beijo

 
Sonya
Enviado por Sonya em 16/09/2006
Reeditado em 30/07/2008
Código do texto: T241418

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:09)
Sonya