Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSAS DA SAUDADE

A ti, a minha mais adorada borboleta, flor princesa imensa, mais profundo amor, maior Amiga, porque vales todas as batalhas nas quais me possa envolver por ti
                            ROSAS DA SAUDADE

Brotam do meu colo
Sementes de eternidade
Que se abrem
Quando caem
A teus pés
As

Rosas da saudade

Regadas
Pelas lágrimas que deito por ti
Que vêm do fundo
Da minha intimidade
Para que gostes delas
Das

Rosas da saudade

Vindas de um homem
Que já em quase nada
Acredita
Mas crê em ti
Das minhas flores
A mais bonita

Rosas da saudade

Nascidas
Da falta que me fazes
Gizadas
Na imensidão
Que me preenche
E que te gostava
De transmitir
Destino belo
Que gostava de atingir
Nem que fosse
Ver na tua pessoa
Um sorriso
Palavras alegres
Que gostava de ver em ti nascer
Pois até posso
Não ser capaz de fazer
Nenhum milagre
Mas se ficasses bem
Depois de me leres
Saberiam que tinham sido bem colhidas
Estas:

Rosas da saudade

Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 19/09/2006
Código do texto: T243900

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:43)
Miguel Patrício Gomes