Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HAVIA SEMPRE UM MENSAGEIRO

Caio sobre meu telhado uma forte chuva,
Trazida por raios cortantes.
O frio me fez tremer de medo
Mas o dia seguinte eu pude ver pelo menos um raio do sol

Pensei em fugir
Usando as armas dos covardes
Mesmo se eu tentasse não tinha saida
Mesmo se fosse para me esconder não conseguiria, pois ninguém foge de si mesmo

Os ventos foram soprando
Foram levando para bem distante as nuvens negras
O sol foi aquecendo minha pele que estava em nervos e flor
E assim floresceu uma nova chance para seguir


Foi como acordar de um pesadelo
Mas havia sempre um raio de luz a me guiar
Havia sempre um mensageiro a me orientar
Havia amigos, havia tudo que eu precisava.

BRIONE CAPRI Direitos autorais reservados a o autor
BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 28/09/2006
Código do texto: T251402
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1422 textos (66563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:03)
BRIONE CAPRI