Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS QUE PARTIRAM PARA LONGE

Alguns amigos sumiram no mundo;
uns foram para a guerra,
outros, para a perdição.
Houve os que deixaram o continente
e, em frágeis jangadas,
foram habitar as ilhas.

Alguns ainda mandam notícias:
volta e meia, algum pombo estropiado
pousa em minha janela,
trazendo amarrado à pata
algum recado insípido.

Alguns deles apagaram
seus nomes de meus diários.
Vejo fotos antigas,
reconheço rostos,
mas os nomes me escapam,
melífluos, escorrem
para os rios do esquecimento.

Alguns ficaram ricos
e desandaram a construir castelos,
a expor seus sonhos,
a lutar pelo que presta.
Outros empobreceram,
venderam a alma ao diabo,
deixaram o corpo na lama,
mesmo cobertos de moedas.

A vida, compreendo,
é um ir-e-vir constante.
Quem pára, morre,
e como não quero morrer,
saio em disparada
e, infelizmente, na velocidade,
esqueço de notar quem vai
ficando pelo caminho
ou mudando de rumo,
ao entrar em outra esquina.

Não é maldade.
Não esqueço os amigos,por querer.
Acontece, como o sol nasce
e a lua aparece,
e, logo após o sono,
surge um novo dia
ad infinitum.
Todos temos o direito
e o dever
de não permanecer parado,
vencido pelo cansaço
de viver.

Talvez a vida pareça
o suplício de Sísifo.
Talvez tudo isso seja normal,
ver amigos ao longe
e, devido à distância,
não reconhecê-los.
Talvez apenas alguns,
privilegiados ou não,
permaneçam toda a vida
e sejam testemunhas silentes
de nosso inextrincável destino.
Talvez perder amigos
seja a conclusão da vida.

A morte é sempre uma viagem solitária.

Mas um sorriso amigo
alivia a dor de um caminho
que todos sabemos
aonde vai dar.


Francisco C
Enviado por Francisco C em 29/09/2006
Código do texto: T252506

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:41)
Francisco C