Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DECERTO HAVERÁ DIAS ASSIM

Poema baseado num poema lindíssimo e que me emocionou bastante, da minha querida amiga Sónia Flor Borboleta e por isso este poema é também a ela dedicado

                    DECERTO HAVERÁ DIAS ASSIM

Em que as nuvens
Estejam a tapar o sol
Porque aconteceu
Por acaso
Porque
A vontade dele que as criou
Certamente não seria essa, a vontade de Deus

Decerto haverá dias assim

Em que esse céu
Esta cheio dos aviões que eu amo
E a natureza
A pulsar de belas borboletas
Que de flor em flor
Enchem o ar da magia
Que pulsa da alma de um poeta

Decerto haverá dias assim

Em que uma pessoa estranha
Que está ao nosso lado
Numa qualquer paragem de autocarro
Seja afinal um amigo
Que desejávamos
Um amigo abençoado

Decerto haverá dias assim

Em que as ruas sejam feitas
De chocolate
As estrelas de bom bons
E o ar de suave perfume
Comemos com os olhos
Mas também com a barriga
Para não perdermos esse doce costume

Decerto haverá dias assim

Em que mal saímos de casa
Recebemos “aquele abraço”
Aquele doce beijo na cara
Por pessoas que nos amam
Que estão em todo o lado
E que o fazem
Sem qualquer tipo de pudores
Sem qualquer tipo de embaraço

Decerto haverá dias assim

Em que vamos para o emprego
A cantar “aquela música” que amamos
E que pensamos ninguém gostar
Reparando
Que de repente
Toda a gente
Está connosco a cantar

Decerto haverá dias assim

Em que o suspiro que deitamos
Não é de tristeza
Pela ausência de “vós”
É um suspiro de alegria
Porque nunca estamos sós
Porque há sempre alguém
Que nos estima
E que nos faz sentir amados
Porque todos temos
Alguém que nos ama
Todos somos
De certa forma adorados
Já o meu mestre das palavras diz que
“Na grande fraternidade
Dos homens livres
Nunca se está sozinho”
Porque
Nunca se trilha
A estrada para o infinito
Sem ninguém
Ao nosso lado
Nunca ninguém
Está só
Nunca ninguém
Está realmente abandonado
Porque a eternidade
Nunca terá um fim
Temos sempre
Quem nos estima
Simplesmente
Porque…

 

Decerto haverá dias assim

Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 02/10/2006
Código do texto: T254248

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170323 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:38)
Miguel Patrício Gomes