Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Cumpadre Erdo Bastos

Meu cumpadre Erdo Bastos
permita a simples homenagem
como toques de mensagem
da minha simplicidade
na mais pura da verdade
és um poeta letrado
te calça em versos rimados
nas asas do pensamento
com luzes do firmamento
que te deixa iluminado

Cumpadre és atencioso
com os irmãos do RECANTO
comentários de finos encantos
filosofando alegria
por isso tu contagia
com tua alma iluminada
bebendo as madrugadas
com desejos e anseios
cravando versos sem floreio
no coração da amada

Eu sempre torci por ti
meu cumpadre e companheiro
és um rico fazendeiro
que não podia andar sólito
vivendo em teus conflitos
carente e sem paixão
numa triste aflição
sem ninguém pra lhe amar
remoendo seu pensar
mastigando solidão

Ficava olhando os troféus
dos prêmios que já ganhou
muito dinheiro embolsou
com suas vacas leiteiras
cabras-ovelhas e bezerras
com a égua gateada
e um touro forte na parada
sangue puro charolez
muita cruza o teu bicho fez
n’alguma beira de estrada

Que lindo este lugar
riqueza que se entenda
esta formosa fazenda
tem pata- galinha e peru
capincho lebre e tatu
carnes da boa caça
no lagoa marreca e garça
junto as trairas e pintados
cardumes de dourados
saltando e fazendo graça

Remoendo meu pensamento
minha mente se balança
ao sentir esta lembrança
que bateu minha saudade
uma alegria e vontade
que senti este visual
que a fazenda do pontal
situada em mato grosso
produz sem alvoroço
bem longe do pantanal

Que riqueza meu cumpadre
do gado a plantação
campos de grande extensão
que se perdem no olhar
arroz soja e o pomar
de laranjas bem douradas
com sucos de laranjadas
que o senhor vende pra fora
negocio feito na hora
com dinheiro na parada

Me vem outra lembrança
das terras que tem no Uruguai
investe sempre que vai
dar um pulo na argentina
e agora chega uma MINA
pra lhe dar encantamento
lhe encher de sentimento
lhe coroando de amor
para que sinta o calor
para eternos momentos

O senhor não goste que fale
desse seu patrimônio
então falo do matrimonio
desse namoro de luxo
andas faceiro gaúcho
cumpadre amigo e irmão
te balança de emoção
por uma moça lindaça
cheia de encanto e graça
que laçou teu coração

Como é lindo meu cumpadre
amar uma prenda bonita
teu peito velho se agita
neste amor sem fronteira
que ela seja tua companheira
pra te manter aquecido
te chamando de querido
filtrando vida e nobreza
cristalizando pureza
neste amor decidido

Marque a data do casório
e me convida cumpadre e irmão
que teu nobre coração
seja feliz e amado
para o amor determinado
no laço matrimonial
que seja feito um ritual
com tua bandeira vermelha
a colorada sem fronteira
do teu internacional

Me vou embora cumpadre
pois já falei demais
que teus projetos sejam reais
para o vosso casamento
confia em teu talento
na luz fé e esperança
vou anunciar pra vizinhança
este momento de encanto
e até os irmãos do RECANTO
convido para tua festança.

Buenas cumpadre ! Que tenhas um BAITA e feliz casamento com meu
abraço flor de especial e voltaremos....


Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 18/10/2006
Código do texto: T267038

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:28)
Edegar SOARES