Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU BARRACO.../MIS BARRACO…=TÂNIA AILENE

MEU BARRACO...

TÂNIA AILENE



É limpo, organizado e com dignidade

nele só entra pessoas de caráter

assim sendo me sinto à vontade

com amigos decentes vejo luz na humanidade.

Não saberia ser diferente

fazendo mal aos outros achando que não são gente.

Tenho pena dessas criaturas

que não pensam e nem sentem.

Amigos são jóias raras

guardamos do lado esquerdo

por eles sou loba

sempre para proteger gente.

Pois tenho a consciência

que só assim seguirei sempre

amando só gente...

*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.

MIS BARRACO…
TÂNIA AILENE

Está limpio, organizado y con dignidad
en él incorpora solamente el carácter que la gente
así que es yo se siente a la voluntad
con los amigos decentes veo la luz en la humanidad.
No sabría para ser diversa
fabricación gravemente a las otras que encuentran que no son gente.
Tengo pena de estas criaturas
que no piensen y ni no se sientan.
Los amigos son joyas raras que
la subsistencia del lado izquierdo
para ellos es loba
siempre para proteger a gente.
Por lo tanto tengo la conciencia
que así solamente seguiré siempre
amar solamente a gente…


13/09/2006

Tãnia Ailene
Rio de Janeiro

umnovoencontromusical.com/nacionais-antigas/CaubyPeixotoEAngelaMaria-AveMariaNoMorro-UNEM.mid
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 21/10/2006
Reeditado em 17/07/2011
Código do texto: T269670

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30277 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:03)
Tânia Ailene Nua Poesia