Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Raio de Sol

Raio de sol incandescente e fogoso
Que renasces através do espaço escuro
Acalentando esperanças e alegrando momentos
Desenhando com os traços da alma
Cada dia de um presente incerto
Onde me sinto perdida mas preenchida
Nas entrelinhas de uma escrita
Ou em todos os outros entres que acreditas
No entre lábios que gostava de tocar
Com o meu sorriso de alegria
No entreolhar de cumplicidade
Ou simplesmente de amizade
Onde se procura um espaço para atracar

Na companhia de um tempo que encanta
A tristeza de um coração cinzento
Nos brilhantes que abençoas com a presença
Ou simplesmente nos momentos em que aqueces
A solidão com um carinho distante
Que não sendo abrangente é crescente
Ainda que assim sendo esteja condenado
Ao cheiro de um passado velho
Porque a história se repete
Como sina de um destino

As coisas que queria dizer e não digo
As asas que gostaria de desamarrar
São fugazes auroras rejubilantes
Rochedos que o musgo preenche
Com lágrimas húmidas de vida
E tu na tua existência pacata
Tornas o coração de um pedinte ansioso
E sem perceberes porquê amparas
Uma borboleta que sem flor se sente perdida
Pois o pólen é a essência do seu sorriso
O tal que desconheces e não entendes
Mas que a arte de modelar
Faz-te criar em cada nova maquete

E eu que já não sei sentir
Sinto que o beija-flor é o renascer
Voluptuoso de um amanhecer
Doce cadência de um entardecer
Ponta solta do meu lençol
Que alberga os sonhos do cobertor
Selectivo e criativo
Tulipas que cheiram a rosas
Rosas que cheiram a Saudade
Fragmentos da ira passada
Ternuras permanentemente enamoradas...
Borboletas que rodopiam sem parar
Que voam pelo céus e envolvem
Os espaços e as pessoas
Pois só elas comportam a magia
De acreditar que para além de tudo
Existe um tudo ainda maior
Que abraça um caminho para a Felicidade!
Sonya
Enviado por Sonya em 05/11/2006
Reeditado em 29/07/2008
Código do texto: T283080

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17293 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:45)
Sonya