Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HÁ CERTAS ALTURAS

Em parte para Ti querida amiga, pelas palavras que nunca chegamos a dizer
                    HÁ CERTAS ALTURAS

Em que me sinto iluminado
Há outras
Em que o Príncipe Negro
Assume o meu papel
Para o qual nunca foi designado

Há certas alturas

Em que devemos estar sozinhos
Em silêncio
Há outras
Em que me apetece falar
E viver
E nisso nem sequer penso

Há certas alturas

Em que gosto imenso de ti
E que me sinto abandonado
Há outras
Em que penso em coisas que me fizeste sem querer
Fico ferido
E não sei bem se te quero a meu lado

Há certas alturas

Em que não sei se me levas a sério
Nos teus jogos de silêncio
Por penas pelas quais me penitencio
Mas tudo tem um limite
E mesmo quando dizes que não jogas
Jogas com o meu ser
E provocas-me
Um insustentável vazio

Há certas alturas

Nas quais me dizes
E quase berras
Estar farta de mim
Sendo talvez só
A amizade
Que não coloca em nós um fim
Porque as tuas palavras ferem
Como não queiras imaginar
E eu calo-me por culpa
E porque a minha resposta te poderia magoar

Há certas alturas

Em que conto a imensidão
Pelos segundos que faltam
Até voltar a abrir a boca
Há outras
Em que penso
Que só me houve ou escuta
Quem é gente louca
Porque o que digo
Parece não ter sentido
No que faço
Há quem veja um mar de disparates
Mas nunca pensam realmente
Quem eu sou
E o que no meu interior algo arde
Pois sou menor
Mesmo quando maior
Sou um patinho feio
Mesmo quando não há termo de comparação
Isso irrita-me supremamente
E é por isso
Que em demasiadas alturas
Gostava de estar rodeado dos que me amam
Conhecem
Ou desconhecem
Mas na mais profunda solidão

Há certas alturas
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 17/11/2006
Código do texto: T294205

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:45)
Miguel Patrício Gomes