Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incondicional

Amor de amigo se dilacerado
pior sentimento deslocado
na garganta o nó de um choro
um pranto de estorvos.
o coração bate forte e invocado!
momentos na mente da briga demente
expulsa pra sempre palavras inconsequentes

Pára um pouco e pensa
pensa devagar, um pouco, mas pensa.
Pensa em criticar, mas pesa e prensa
seu espírito, perde alguém a se doar.
Seus olhos negam a ver o rubro olhar
seu corpo forte rasga fotos até despencar.

Mas amigo, meu amigo, é amor demais.
é algo a mais que hoje se desfaz
mas amanhã, com um simples abraço
não importa quantas fotos se perderam
quantas lágrimas escoreram
quantas frases o disseram...
Amigo volta. Volta e diz "desculpa"
estando certo ou errado
ou até morto baleado, não importa.
Se é amigo, desculpará sempre.
não importa o que faça, o que diga, o que pense, o que acha.
FlávioDonasci
Enviado por FlávioDonasci em 22/11/2006
Reeditado em 22/11/2006
Código do texto: T298339

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FlávioDonasci
São Paulo - São Paulo - Brasil
285 textos (12155 leituras)
6 áudios (343 audições)
1 e-livros (134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:10)
FlávioDonasci