Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÃO TEUS OLHOS


Não sou tudo o que dizes. Quem dera fosse!
Teus olhos, sim, têm névoas de anjo
A verem filtrada em mim virtude inexistente.
Vêem como nacaradas as pérolas opacas
Da minha alma e me fazem melhor
 Somente por teus olhos, que me sentem.

Que tens na alma, precioso amigo,
Que me faz querer-te, assim, um bem gostoso?
Continuo a me sentir cativa e rendida
Aos teus sentires. Que os céus se espantem,
Se não fui um dia alma xipófaga
De tua alma, em remota e antiga vida!

Num relicário secreto e agora revelado,
Guardo a inestimável honra de ser tua amiga
Distante em distâncias, perto em teu coração.
Alguém lá de cima dirá: - Que coisa boa!
- Passem os ventos do tempo,
Amigos são sempre amigos,
Amigos sempre serão.


Rachel dos Santos Dias
Rachel dos Santos Dias
Enviado por Rachel dos Santos Dias em 01/12/2006
Código do texto: T306977
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rachel dos Santos Dias
Campinas - São Paulo - Brasil
342 textos (25734 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/17 21:39)
Rachel dos Santos Dias