Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amigo.

Quantas vezes me senti sozinho;
e você me confortou;
quantas vezes me senti triste;
e você me consolou;
quantas vezes me senti desamparado;
e vi você ao me lado;
quantas vezes me senti abatido;
e você me reanimou;
quantas vezes me  senti desesperado;
e você  me  acudiu.
Quantas vezes eu cai
e você me levantou;
quantas vezes fizeste tudo;
sem uma única vez contudo;
pedir algo em troca;
amigo! Estou contigo e não estou prosa;
você é mais que sublime;
com você não há quem não anime;
estive sem pão;
encontrei-te, me deste a mão;
me proveste  do necessário;
não me deixaste no frio;
me deste um agasalho.
Não há como esquecer-te;
estes são amigos leais;
não esquecendo também dos virtuais;
que com suas mensagens nos visitam;
alertando, consolando, não intrigam;
nem vêem os meus defeitos;
guardo-os aqui no peito;
aqui no meu coração;
pois tu és amigo mais chegado;
mais chegado até que um irmão.
Felicidades!  Amigo!
SilvaWS
Enviado por SilvaWS em 20/07/2005
Código do texto: T36032
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SilvaWS
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
130 textos (11691 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:05)