Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Amigo é o Sol

Meu amigo é o sol
Que me guia todos os dias
O sol que faz crescer as ervas
Meu irmão, filho da mãe Natureza
Amigo, irmão, companheiro de armas
Admiro-te por aquilo que fazes
Não por aquilo que és
Adoro-te porque és belo como a mulher
A mulher bela, filha de nossa mãe
Filha de nosso pai
Tu és o meu único amigo
Neste vale, que sem ti seria um charco
Com lama e terra
Onde o que é verde seria cinzento
Em vez de andorinhas, corvos e árvores velhas reinariam
Como a ti só admiro as pessoas iguais a ti
Que não valem por quem são
Mas por aquilo que fazem
Como também admiro a poesia
Que faz brilhar as palavras
Que sem brilho seriam apenas
Umas letras desordenadas
Tal como está a ficar o nosso mundo
Pessoas desordenadas em vez de uma sociedade
E é isso que não percebo
Porque tu ainda continuas a brilhar nas cidades
E nasces para todos de maneira igual
Acho que o problema são mesmo as pessoas que já não devem saber que tu existes

Ainda bem que na minha aldeia ainda somos todos unidos
Todos os dias de manhã oramos a ti
E tu continuas a ser a nossa alma
Nosso pai e nossa salvação
Zezeca Pinpin
Enviado por Zezeca Pinpin em 05/08/2005
Reeditado em 02/09/2005
Código do texto: T40495
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zezeca Pinpin
Portugal, 38 anos
29 textos (1607 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:13)