Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O homem das rosas vermelhas

 Talvez alguém nunca tenha olhado suas rosas com o olhar da alma
 Paz que chega, reina e acalma
 Todos lhe conhecem apenas por conhecer
 Ainda não tiveram o prazer de se envolver com um amigo leal

 
 Para mim desvenda sua personalidade
 Indiferente a convenção da sociedade
 É como a idade quanto maior mais maturidade
 Não nos importa quantos anos aparentamos ter.

 Teu nome é um segredo universal
 Não quero que me leves a mal
 Será um segredo para sempre
 Amizade formal e não intencional

 És um amigo passando tranquilidade
 Não tens maldades
 Tesouro terno, abrigo, digno que Deus fez
 Continue a lançar rosas, não deixe a terra fenecer
 

Ao leres meus versos tenho certeza que boas vindas vou ter
Agradeço-te mais uma vez em me acolher
Por saber que como amigo quero-te enquanto eu aqui viver.
Sou feliz em te conhecer, realmente é um prazer.
 
Pretacosta
Enviado por Pretacosta em 24/08/2005
Código do texto: T44785
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pretacosta
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
236 textos (32733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:35)