Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

não posso dizer teu nome

Nós,
Gomos caindo pela madrugada
Seios e membros na calçada
Afoitos
Saudosos daqueles adeuses que não queriam se dar
Mentirosos

Meus lábios despencaram incandescentes
Na véspera
De uma dolorida manhã

Comi aquelas estrelas
Comi teu sono
E tua alegria
Comi com gosto
Dormi com o gozo
Da tua exausta euforia

Foi bela a tua fuga
A tua ida
Tua eterna despedida

Foram belos os arfares
E a falta de ares
Amigos kamicazes

Nem devolve meu beijo de bom dia
Dormi bem depois das seis
Enquanto teus restos insones
Do meu lado
Eu recolhia.
luana vignon
Enviado por luana vignon em 02/10/2005
Código do texto: T55711
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luana vignon
Araçatuba - São Paulo - Brasil, 35 anos
19 textos (1404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:26)
luana vignon