Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM SORRISO

 
Sucede que não posso viver em paz
porque vivo e convivo com crianças
que, eu sei, dormem com fome.
Thiago de Mello - Mormaço na floresta
 
 
Lembro da menina
e do seu sorriso,
tristemente atado.
 
 
Terá algum dia,
sentido o prazer
dos risos incontidos?
 
 
 Panelas vazias,
doenças grassando,
e os olhos dela
em interrogação.
 
Por que sorriria,
vivendo uma vida
tão sem amanhã?
 
 
 Ave-Maria,Pai-Nosso,
  Salve-Rainha...
 Desatem o seu sorriso!
 


 
belvedere
Enviado por belvedere em 10/10/2005
Reeditado em 20/10/2007
Código do texto: T58427

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto de Belvedere Bruno). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
belvedere
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
220 textos (73259 leituras)
5 e-livros (1070 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:05)
belvedere

Site do Escritor