Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Confraria

Ao olhar mais desatento;
Para o leitor menos avisado;
Não se notará tamanho significado,
É apenas uma história;
Expressada na convivência mútua;
Contemplada num cenário coletivo.

Anos, meses e dias, podem ser computados,
Que somados e multiplicados; darão
Um único resultado: nós da confraria.

Confraria do Sessenta,
Uma forma simples de vida,
Um grande acervo de amizade,
Construção de algumas décadas,
 Onde a história sempre aconteceu,
Desenhando gráficos de comportamentos
Sondados pela inteligência,
Pelos bons momentos e
Marcantes eventos sociais.

Nagibões já “foram explorados”,
Corações já foram despedaçados,
Amores já foram enredados;
Nas noites cálidas e frias
Compostas pelo crepúsculo do anoitecer
E pela luz do amanhecer.

Alguns amores foram sedimentados,
Outros dispersados,
Outros modificados,
Outros transformados.
Ciranda muitos dias vividos
Dimensão de um luta,
 Pelo aprendizado,
Pela diferenciação do certo e do errado,
Pela renovação de princípios
 Pelo ensinamento dos recuos,
Pela aspiração do futuro
 Vislumbrado pela metas.
E desse nada; encontramos tudo.

Não bastasse o esporte,
Não bastasse o princípio de solidariedade,
Não bastassem os momentos de tristezas,
Não bastassem as controvérsias,
Não bastassem as promoções,
Não bastassem os acampamentos,
Não bastassem as regras de convivência;
Havia princípio de identidade,
Havia valorização do caráter,
Havia sedimentação da amizade,
 Havia materialização da afinidade mútua,
Havia essência de filantropia
Havia espírito jovem em cada confrade.

Momentos efêmeros bem vividos,
Ebulição de certames diversos
Momentos de exaltação
Instantes de paternidade
Alcance da prole,
Estabilização da família,
Amor ao próximo,
Vida em grupo
Perseverança e propósitos de nobreza.

 Episódios que marcaram uma estrada,
Diversões com compromisso
Busca da paz e do sossego.
Contemplação da natureza.
Respeito ao meio ambiente.
Vida sadia.

Felicidade em grupo,
Sintonia de vontades,
Diversificação da cultura,
Projetos de filantropia,
Intensidade de amor fraternal
Alcance aos necessitados.
Vida de auxílio.

Da amizade, nasceu a confraria,
Da confraria ,nasceu a filantropia,
Da filantropia, nasceu o amor social,
Do amor social, nasceu Deus,
De Deus, nasceu nosso espírito,
E Nele re-carregamos a bateria de nossa amizade.


Machadinho
Enviado por Machadinho em 26/10/2007
Código do texto: T710704
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Machadinho
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
622 textos (200116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 05:55)
Machadinho