Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amigos(a passagem)

Quando o trinta e um arranhar o primeiro dia.
Durante esses instantes de felicitações.
Queria ser dotado de tentáculos.
E num passe de mágica abraçar meus amigos de uma só vez.
Sei que apenas deus poderia reunir os rostos de ontem e de hoje.
E  que se isso acontecesse morreria bem mais tranqüilo.
Meu desejo não  é efêmero (momento de festa)
São coisas dessa minha alma
Que  insiste em ser tomada pela renovação
É que esses momentos de esperança e brilho devem ser compartilhados com quem se ama.
Cada foguete aceso lembra alguém incluído.
E a cada apagar a tristeza de quem foi breve.
O champagne brinda a quem me fez sorrir.
E admirar mais ainda aqueles que respeitarem meu silêncio.
Nos instantes que a taça de minha vida estava vazia.
Caio Schroer
Enviado por Caio Schroer em 18/11/2007
Código do texto: T742145

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Schroer
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 52 anos
140 textos (4456 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 00:33)
Caio Schroer