Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao amigo Homem Urso

Somos amigos
Ele não sabe
Eu sei
O que importa?
Felicidade? Sofrimento?

A vida não tem sentido
A amizade sim
Foi um prazer em conhecê-lo
E como é forte.

O homem é um urso
Levanta cedo, trabalha o dia todo,
conversa com muitos,
Esforça-se por agradar
Ajudar, amar, atrapalhar e organizar.

O homem é um urso
Talvez mais que isso
A noite não tem fim
O dia não tem começo
Pega no batente: vende, compra, negocia
Telefone que toca, atende um, dois, três, vários...

O carro buzina atrás, sai da frente
Ele segue, ultrapassa um, dois, três, vários...
A velocidade é constante,
Cuidado! Olha o sinal,
Pare! Lá vai de novo...
E trabalha, estuda, aprende,
Grava, fotografa e salvaguarda.

O homem é um urso
E vai dirigindo...
Virando, se virando,
destruindo, construindo,
deslocando, atando
Armando, amando e jogando em todos
flores, palavras e poesias...
Esse é o Henrique,

pelo menos o que eu conheço
... e ele é o meu amigo.
Lúcio Alves de Barros
Enviado por Lúcio Alves de Barros em 02/12/2007
Reeditado em 24/11/2008
Código do texto: T761536
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedo autor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lúcio Alves de Barros
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
462 textos (50373 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 08:45)
Lúcio Alves de Barros