Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

partiu o poeta

Hoje um profundo suspiro se ouviu!
Uma voz se calou!
Os olhos fecharam!
Hoje não temos mais a ideia do que é o amor, escrito em preto numa folha branca como sua pele,por mãos calejadas.
Derradeira dor!
No peito não ha mais o viço de uma vida contada por poesias.
Tristeza trazida até nós de uma forma avassaladora.
A voz se calou
Os olhos cerraram
Não ha mais os movimentos rapidos,fazendo breves rabiscos
num esboço de o que é a vida...
Sua mente não pensa mais como antes,nem pode acreditar no amor,na vida, na esperança, nas ilusões.
Gravuras deixadas como sua marca em nossos corações,nossas almas.Refugio de grande sabedoria.
A voz se calou!
Os olhos cerraram!
Suas obras deixadas de herança é exemplo para aqueles que seguem seus passos.
Passos que não se ouvem mais.
Quantas saudades deixadas em papel,em qualquer papel,que encontrasse e agora deixadas em nossos corações.
Sabemos o que nos quiz dizer um grande poeta:
O amor sem explicação,a dor da desilusão,a saudade que agora bate forte em nossos corações.
O poeta se foi.
Seus olhos cerraram
Seus pés não caminham mais.
Suas mãos não tracejam mais as folhas de papeis
Sua voz calou,mas sua sabedoria fica viva dentro de cada um de nós.
Zanne Murray
Enviado por Zanne Murray em 10/12/2005
Código do texto: T83461

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zanne Murray
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil
173 textos (14126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:07)
Zanne Murray