Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUETO - SEMPRE O EU TE AMO, (LENA & VITOR

 
SEMPRE O EU TE AMO!

Vitor.
Eu só tenho olhos pra você
Lena
Esses olhos que eu tanto amo
Vitor
E esse sorriso por quem tanto me apaixono
Lena
Esses lábios que clamo.
Vitor
Nos beijos que inflamo
Lena
Meu coração que fica pulsando
Um desejo que me soube na boca,
vontade de gritar eu te amo.
Vitor
E um súbito lampejo de amor me cruza o coração e fico aqui a desejar tua paixão
Lena
Desejar-me amor, desejar-me o quanto quiser, pois já me tens como amiga amante e mulher.
Vitor
Então eu te desejo, como amiga, amante e mulher, e cada segundo assim te beijo, te fazendo mais a mim enlouquecer
Lena
É amor, é assim que tem que ser, em loucos beijos acende-me como uma lâmpada fazendo-me brilhar só para você.
Vitor
Quero ser mais que uma lâmpada mera, quero te brilhar toda uma vida com luz austera.
Lena
Então me faz brilhar sorrindo sempre, me olhando nos olhos, fazendo-me juras de amor sem fim.
Vitor
Olharei infinito a te encarar, no fundo leve e solto do teu olhar, e a eles os farei brilhar, quando vejam eles que saibam me encontrar!
Lena
Olha-me buscando o sabor do nosso beijo, acariciando-me com tua boca, transportando para minha pele o aroma do teu perfume.
Vitor
Na tua boca sacio-te com esse gosto de amor puro e encantado, na tua pele, acaricio-me com teu rosto, bordando no espaço nosso corpo encarcerado!
Lena
Somos dos enamorados totalmente enfeitiçados, nos amamos puramente como a gota que cai do orvalho,
Vitor
Sob o carvalho nos repousamos, e em sua frondosa sombra nos acostamos, ali deitados nos amamos e ali perenes nos guardamos, em primaveras lá nós afloramos, em outonos, como rosas nos despedaçamos, como no verão, nós nos adoramos, como no inverno, nos resguardamos, e por tantas estações ali ficamos, até que o carvalho foi-se embora, mas sem o legado da hora, nós sementes lá se eternizamos.
Lena
Declarando sempre o nosso amor, sem esquecer jamais de nos falar. EU TE AMO

Poesia em pareceria
Lena e Vitor
SITE- PORTAL DAS POESIAS
http://geocities.yahoo.com.br/jrpoesias/

Rozilene P. De Souza
Natal/RN
rozilene Pereira
Enviado por rozilene Pereira em 17/01/2006
Reeditado em 09/07/2008
Código do texto: T100064

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
rozilene Pereira
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 34 anos
202 textos (59886 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:29)
rozilene Pereira