Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não posso comparar-te

   Não posso comparar-te ao Sol, pois tu brilha mais e porque o Sol se põe, o brilho e resplendor desse astro desaparece por um tempo, mas você continua á brilhar.
   Não posso comparar-te á uma flor, porque a flor murcha: perde a cor, o perfume e as pétalas, e de nada mais se vale, mas você mesmo que envelheça ou até mesmo enfraqueça o brilho do olhar sempre estará eternamente em meu coração, e sua lembrança trará mais felicidade que a melhor das flores.
   Não posso comparar-te ao mar, pois apesar de seu esplendor e beleza, ás vezes se enche de fúria com grandes ondas devastadoras, e você é sempre mansa e amável
   Não posso comparar-te...
   
   
Cayyan
Enviado por Cayyan em 18/01/2006
Reeditado em 29/01/2007
Código do texto: T100626
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cayyan
Pindamonhangaba - São Paulo - Brasil, 24 anos
59 textos (5848 leituras)
1 áudios (65 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:08)
Cayyan