Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De nós dois

Beija, beija que beija
Rói a esperança
Que corrói o enfim
De nós dois.

Abraça o dorso que arde
Aperta a dor, já é tarde
Ensaia o sorriso largo
Bem antes de depois.

Agora a febre inebria
A festa de espuma
De champanhe, de sais
A língua indolente não lambe seus ais.

A quase loucura
Da solidão se esvai
A confusão da manhã
Com seus sons, luzes e risadas.

O derradeiro uivo da lua
O pisca-pisca do sol
O chilreio de pássaros
O dia rompeu.
 
Túlio Reis
Enviado por Túlio Reis em 19/01/2006
Código do texto: T101062

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Túlio Reis
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
35 textos (2710 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:38)
Túlio Reis