Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO FIZ NADA DE ERRADO

AGORA POSSO DISPOR DA MINHA PRÓPRIA ALMA
MINHA LIBERDADE ESTÁ AUTÔNOMA
QUERO RIR DE MUITAS OUSADIAS
SEM PEDIR PERMISSÃO AO MEU EGO
AS MINHAS REGALIAS VOLTARÃO
NESSE VERÃO
MESMO QUE EU TENHA QUE PEDIR PERMISSÃO
AO MEU CORAÇÃO
ESTOU TRANQÜILO COMIGO MESMO
NÃO FIZ NADA DE ERRADO
ESTOU IMUNE COM A MINHA CONSCIÊNCIA
"LIBERTATE" QUE SEJA MAIS UMA LIBERDADE
PARA EU RIR DE FELICIDADE
A MINHA INDEPENDÊNCIA SEJA RESPEITADA
QUANDO EU ACORDAR
DANDO GARGALHADA
O QUE RESTA
VIVER PARA AMAR


**"LIBERTATE"**= LIBERDADE, EM LATIM.







Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 20/01/2006
Reeditado em 20/01/2006
Código do texto: T101664
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460202 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:27)
Milton Nunes Fillho