Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTIDO NA ESSÊNCIA

Por acaso
Serei capaz de decifrar
O meu próprio enigma
E os mistérios do meu coração?
Quantas existências eu já tive?
E ainda quantas terei eu, então?

Será que tenho direito
De saber tais probabilidades?
E se eu souber o que mudará no meu destino
Na minha unicidade?
Poderei compreender e assimilar
Minhas próprias sentimentalidades?
Qual o meu principal aprendizado na vida
E a minha primordial finalidade?

Porque no atual momento
Eu me sinto uma casa aberta
Escancarada aos sentimentos
Com portas e janelas de questionamentos.
Só que do lado de dentro
Há algo predominante
Um amor grandioso, intenso
Que eu nem sei de onde veio
Nem para onde irá.
Mais que confunde às vezes o meu pensamento
E eu não saberia dizer se é proveniente
Desse, ou de algum outro tempo e lugar.

Apenas, queria compreender
No meu mundo a sua cumplicidade
Será que ele é minha alma metade
E eu sou a sua continuidade?
Porque o sinto tão íntegro
Que chego a pensar
Que eu sou a sua única verdade.
 
Fim desta, C. Santos 12/01/2003.

Akeza
Enviado por Akeza em 21/01/2006
Reeditado em 15/06/2011
Código do texto: T101705
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403195 leituras)
59 áudios (108005 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:04)
Akeza