Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rena In Poema II

Rena In Poema II

Tão distante e tão perto
Tão difícil de se comunicar
Mas ao mesmo tempo tão fácil de imaginar
Na virtualidade que ao acaso veio a calhar.

Seus olhos congelam minha mente
Que logo busca movimentos
Para a todo instante me lembrar
Que não posso jamais esquecer aquele olhar.

A distancia me faz entender o que poderia mudar
Me faz entender como conseguir encontrar
A exata linha de transferência
Que me jogará o virtual em cima do real.

Porque toda distancia é perto demais
Quando se tem como representar
O personagem ideal para conseguir
O real e o ideal momento de estar.

Sempre ao lado do que se achava que não daria
Para pelo menos se aproximar.
Porque talvez tudo seja
Apenas um pequeno sistema.

Rena In Poema II, porque se deve continuar
Sem exitar, nem anular
Toda a esperança que um dia bateu
A porta do meu real lar.
Rafael Jank
Enviado por Rafael Jank em 21/01/2006
Reeditado em 21/01/2006
Código do texto: T101736

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Jank
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
328 textos (10272 leituras)
3 áudios (83 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:47)
Rafael Jank