Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cálice 2006



Por Rodrigo Capella*

Acenaram-me da calçada,
era um cálice de vinho,
com lenço branco e úmido,
sorriso nas hastes,
pedia amor.

Sonhador, como sou, imaginei-me em seus braços.
beijando-lhe o rosto,
enroscando-me aos lados.

Apertando-lhe os lábios,
desejando-me pudor.

Ah! Que vontade de amar,
tocar e ser desejado.

Que vontade de ser amado,
de acordar e dividir o lençol,
de tomar café com meu cálice.

Ah! Acho que eu seria mais feliz,
seria um homem completo.

Sem perder a esperança,
eu aceno para o cálice,
e ele se vai.

Admiro-o com um simples olhar,
acho que acabei de me apaixonar.


(*) Rodrigo Capella é poeta, escritor e jornalista. Autor de vários livros, entre eles "Como mimar seu cão", "Enigmas e Passaportes" e "Transroca, o navio proibido", que vai ser adaptado para os cinemas pelo cineasta Ricardo Zimmer. E-mail: contato@rodrigocapella.com.br
Rodrigo Capella
Enviado por Rodrigo Capella em 21/01/2006
Código do texto: T101859
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Capella
São Paulo - São Paulo - Brasil
106 textos (5891 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:20)
Rodrigo Capella