Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

(Re)inventando eu e você

então se eu tiver que contar
todas as dúvidas que guardo em meu peito
terei que usar mais do que os dedos
e todos os peixes do mar,
se bem que meu ponto forte nunca foi calcular..

"por que você não as conta por telefone?"
piada típica de você,
"você me guarda na memória?" - eu digo,
"não a do celular.." - censurando o trocadilho pronto para vir,
se bem que meu ponto forte nunca foi lembrar..

tá certo,
eu não tenho mesmo nenhum direito de exigir
um espaço meu na sua vida
depois de tanta besteira dita
eu deveria, de repente, recuar
mas pensando bem,
meu ponto forte nunca foi desistir..

seja mais esperto,
o que não significa me ter por perto,
mas seria agradável
se você decidisse que é assim que deve ser,
ainda que meu ponto forte nunca tenha sido parar..

não tente me entender,
não se faça um imprestável
mesmo eu conhecendo seus defeitos
e todos os seus pontos fracos
se é que é meu direito julgar assim
logo eu, que talvez não tenha absolutamente nenhum ponto forte
quando você se põe perto de mim..
Fernanda Galhardo
Enviado por Fernanda Galhardo em 23/01/2006
Reeditado em 23/01/2006
Código do texto: T102593
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Galhardo
Santos - São Paulo - Brasil, 29 anos
27 textos (1230 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:14)