Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***ALUCINAÇÃO***

***ALUCINAÇÃO***

 

 

Vou caminhando por esta estrada
Para que eu veja os passos teus
Sentindo o perfume da sua alma
Em forma de laço, sou todinho seu...

Venda-os meus olhos e meu espírito
Para que eu não chame por ti...
Vivo em delírios no mundo perdido
Ouvindo sua voz a chamar por mim...

Demadrugada eu clamo e choro
Vendo o seu rosto a me perturbar
Isto e fascínio ou alucinação
Que tiram os meus sentidos
E me joga no chão...

Vou prosseguir, não tenho saída,
Eu estou entregue a um grande amor...
Que mesmo dormindo minha alma te chama
E o meu coração repousa em ti meu amor...

Faça de mim o seu destino
Que em desatino espera por ti
Dá-me a esperança, só por um minuto.
Ter seu coração batendo por mim...

Demadrugada eu clamo e choro
Vendo o seu rosto a me perturbar
Isto e fascínio ou alucinação
Que tiram os meus sentidos
E me joga no chão...

 

Autoria Nadir Vilela
(direitos autorais reservados)
Em 24-01-2006 Brasil-Itatiaia-Penedo

Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 26/01/2006
Código do texto: T104017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84747 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:10)
Nadir Vilela Poetisa