Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu estro: Você

Quando faltam palavras
Teu olhar subsiste silente
Numa aurora cabal
Na qual desvela sua idiossincrasia incomparável.

Teu lustroso olhar
No momento é minha lira
Incitando-me a compor
Madrigais infindos.

"Nele me encontro,
 Nele me perco,
 Nele me emociono,
 Nele me fecho"

Princesa ladina
De antonomásia virtuosa,
Perto de você cada instante
É sápido e indescritível.

Seu perfume é inefável,
E nem na maior das plêiades
Se conseguiria aquilatar.

Seus ósculos cálidos
Debelam as barreiras do silêncio
Trazendo um lábil
Momento inebriante.

Sua voz tão maviosa
Converte-se em sendas
Condutoras ao coração
                 (-Falando nele...)

Ah! Se acalma jovem coração!
Digo quando lembro-me
De minha musa, minha lira,
Minha inspiração, meu entusiasmo,
Meu estro:Você.
Enoque Lima
Enviado por Enoque Lima em 27/01/2006
Reeditado em 27/02/2006
Código do texto: T104786
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enoque Lima
Belém - Pará - Brasil, 30 anos
33 textos (1575 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:35)
Enoque Lima