Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AGORA:

Agora:

Agora...
Que você voltou,
E, me pedes para ficar.
Já não sei, o que te dizer.
Pois, me surpreende tal atitude.
Logo você, que parecia forte.
Mostra agora, sua fraqueza.
Sua humildade de hoje, lembra.
Sua, arrogância, de ontem.
E, sua fraqueza hoje, me faz,
Pensar, na mulher forte, lutadora.
Que, no seu egoísmo, se apoiava.
Para pisar, os necessitados.
Que te pediam migalhas.
Não ouvias, a ninguém.
Apenas, ouvia a voz da soberba.
Que habitava, dentro de você.
Hoje pedes que eu te escute.
Logo eu, que tantas vezes, quis te falar.
Eu que te amei, eu que, por várias vezes.
Te, perdoei, te desculpei, já não sei mais.
Se, ainda tenho forças, para te perdoar.

Volnei R. Braga
 

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 28/01/2006
Reeditado em 28/01/2006
Código do texto: T104862
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:52)
Volnei Rijo Braga