Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Talvez um pouco tarde

Talvez um pouco tarde para
dizer que te amo,
para sorrir, viver e amar.
Enquanto o rio vai, no seu percurso,
ao encontro do mar,
eu saio a procura do nada.
Eu vivo como o sol
a procura da lua.
Desabrocha, no amanhecer
a flor suave e cheirosa
(Ah! Quantas lembranças).
Eu sou o anoitecer sem fim
na certeza de dizer:
Talves um pouco tarde
para dizer que te amo.
Nica Barros
Enviado por Nica Barros em 29/01/2006
Código do texto: T105440
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nica Barros
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
57 textos (7287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:46)
Nica Barros