Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR DE COMPUTADOR

AMOR DE COMPUTADOR    
Marcial Salaverry

Amor de computador... como será?
Um do lado de lá... outro de cá.
Estranho amor cibernético...
Vivido na imaginação.
Não vemos nossa musa,
Mas sentimos muita emoção.
Temos gozo, temos prazer. ..
Mas como? Sem sequer a ver?
Essa a grande vantagem,
De embarcar nessa louca viagem,
Não se falha, não se trai,
Ela está lá... eu estou cá...
E daí? Que importa a distância?,
Vale a emoção,
Vale o tesão...
E daí? Que importa a distância?
Vale o sexo,
 Sem nexo
E daí? Que importa a distância?
Vale a loucura
Sem frescura
Eu estou cá... Ela está lá...
Que importa se nos vemos,
Ou não
Se nos tocamos,
Ou não
Basta que nos amemos...
Ela lá... e eu cá...
Amor de computador ...
Amor sem dor.
Amor cibernético...
Amor elétrico...
Amor de imaginação,
Mas com muita emoção...

Marcial Salaverry
direitos autorais reservados

AMOR DE IMAGINAÇÃO
Marcial Salaverry

Amores pensados,
São amores vividos,
podem ser vivenciados,
sendo sempre sentidos
 São amores pecados,
porém são queridos.
muito desejados,
prontos para serem vividos.
 Desejos irrealizados,
desejos reprimidos.
porém nunca domados
nem nunca perdidos.
Sonhos sonhados,
de um desejo insatisfeito,
por um sexo não vivido,
pelo beijo só pensado.
Amor à distancia, só imaginado.
Fica na esperança,
de ser um dia consumado.
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 09/04/2005
Código do texto: T10545
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 78 anos
19867 textos (1963642 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:18)
Marcial Salaverry