Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR BANAL.

Não quero saber da sua fome,
Não quero lembrar que fui seu homem.
Sempre depois que você come,
Você cospe no prato e depois some.

Quem não tem amor pròpio,
Não pode ter um pròpio amor.
Seu amor è egoista,
Você não sabe se dar.

Você faz do amor algo descartàvel,
Esquecendo que o amor pode te descartar.
Você sempre volta a bater na porta,
Porque sempre fecha quando vai embora.

Você sempre faz do amor um brinquedo.
Esquecendo que ele è uma arma perigosa,
nas mãos de quem não sabe amar.
E por isso ele te faz chorar.

Não vou mais ser um tolo em sua cama,
Que voce finge que ama.
Por momentos de saudade,
Depois do prazer nada disso è verdade

BRIONE CAPRI
BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 29/01/2006
Código do texto: T105612
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:58)
BRIONE CAPRI