Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0582 - Crença


 
Creio nas portas do céu,
nas chaves do corpo,
na luz d'alma que não apaga,
na melodia que vem do espaço
e explica o amor.
 
Hoje me sinto amante,
o dia, a noite,
não quero entender,
sinto a paixão,
aqui onde tocou.
 
Tem horas que sou só,
como o dia no deserto,
a água que flui da terra,
o sonho que não passa,
o insone na madrugada.
 
Hoje abri a última janela,
minhas palavras são sol,
buscando o carinho da lua,
o corpo acelerando,
a paixão só minha.
 
Estou escancarando o amor,
deixei tocar a ultima canção,
queimei a vela que restou,
o terço na mão, na boca a reza...
estou pronto para amar.
 
Meus desejos são de prazer,
voltar todas as noites ao corpo,
ternamente beijar bom-dia
a cada minuto que me amar.
Eterno é crer no céu e no amor.

02/02/2006



Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 02/02/2006
Código do texto: T107133
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116241 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:58)
Caio Lucas