Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMANHÃ TALVEZ

Amanhã ao voltar e eu te vir sorrindo
De tanto prazer, que devo te falar?
E da alegria de ver-te, me pedindo
Desesperada, como te amar?

Que carinho teu de alegria irei ganhar
Para apagar o que passei sofrendo
E que farei da velha dor quando morrendo
Não puder te dizer do meu soluçar?

Como esconder a mancha incrustada
Pelo tormento da lembrança guardada
Que a separação originou – real da vida

Figura tua que eu formei tranqüila
Cauta à minha solicitação e a minha risada
E que cobiçara nunca maltrapilha...
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 02/02/2006
Reeditado em 08/03/2006
Código do texto: T107136
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3129 textos (79581 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:18)
R J Cardoso