Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BEIJANDO A ESPERANÇA

Autoria – Regilene Rodrigues Neves

Cheguei para tirar essa ansiedade da espera
A promessa não foi cumprida
No dia que pra ti era tão especial
A certeza de ser amada anda esquecida
Os pensamentos alheios no tempo
A quimera passando...
Esquecendo as manhãs...
As promessas...
Perdoe, não foi por mau.
Faltou confiança nos sentimentos
Gastos e feridos nesse velho peito mal amado
Que desconfia da própria sorte.
E assim frustrei quem me esperava
Causei tristeza, dúvidas, incertezas...
Interrogações fizeram tormenta
Em quem me esperava cheio de sonhos...
Quero tirar a frustrante tristeza
Que causei na excitante expectativa
Vamos criar novos sonhos
Esquecer o dia que afugentou
O que era pra ser um lindo dia...
Obrigada por tentar
Tocar nesse lugar perdido
De caminhos errantes...
Trazendo rosas com cheiro de primavera
Com esperança de novas manhãs...
Com tantos sentimentos colhidos pra mim
Acariciando... Devolvendo sonhos roubados...
Quero que sejam tuas
Todas minhas manhãs, tardes e noites...
Que todas as promessas sejam cumpridas
Com certezas de quem quer ser causadora
Só de alegrias, porque me devolves a esperança.
Sopra na minha alma força e coragem
Sim, é preciso criar novos sonhos...
Começar de novo.
Vai-se valer a pena?
É verdade, não sabemos,
Mas com certeza temos que tentar,
Quer tentar comigo?


Em 03 de fevereiro de 2006

regipoeta
Enviado por regipoeta em 03/02/2006
Código do texto: T107754

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134420 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:11)
regipoeta