Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MULHER IDEAL:

A mulher ideal

Um dia, nas asas...
Da imaginação, voei.
Parti em busca da mulher ideal.
Numa tela pintei seu corpo,
Mas, faltou-me um rosto.
Que busquei por anos, a fio.
Eu via corpos, nada mais.
O tempo passou, a mulher ideal.
Continuava ali, presa a tela.
Envelhecendo, a meu lado.
Um dia sonhei que havia acabado.
Que minha pintura, finalmente,
Havia ganhado, um rosto.
Já não era, a pintura envelhecida.
Minha pintura rejuvenescera.
Ganhara vida, e estava ali.
A meu lado, uma linda mulher.
Que chamava por mim.
Acordei, ainda ouvia sua voz.
Que, ao longe se perdia.
Em meio à escuridão.
Minha tela continuava sem rosto.
Sem corpo, que, o tempo,
Encarregou-se de apagar.
Como, apagou, meu sonho.
O sonho, da mulher ideal.
                     
                    Vôlei R. Braga



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 04/02/2006
Código do texto: T107944
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:01)
Volnei Rijo Braga