Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devaneio na madrugada

As horas passam bem rápidas...
Olho para o relógio e constato
Que os ponteiros estão indicando
O inicio de uma longa madrugada.

No momento deste assustador silêncio
Meu pensamento busca a sua presença
E transcende o tempo, neste devaneio.

Faço uma viagem, através da linha do horizonte!
Caminho pelas nuvens e visito a lua e as estrelas
Talvez, posso te encontrar e a saudade amenizar?

Sinto, que os meus lábios estão ficando úmidos
Na ânsia de beijar-te sem demora, no insano desejo
Da vontade de você e querer-te muito neste beijo
Onde a volúpia cresce, na procura em murmúrios.

As horas passam e continuo desbravando o espaço
Estou sentindo imensamente a sua falta!
Preciso te ver e também escutar as suas palavras
Nas expressões amorosas, brandas e ousadas.

A madrugada termina e de mim se despede
No belo e ensolarado dia que amanhece
Embora, não te encontrando, estive contigo!
Na dimensão do pensamento, mirado pelo devaneio!
Aninhei-me no calor do seu colo e senti o seu carinho.

D.A.R
Uma Mulher Um Poema
Enviado por Uma Mulher Um Poema em 05/02/2006
Reeditado em 05/02/2006
Código do texto: T108119
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Uma Mulher Um Poema
São Paulo - São Paulo - Brasil
2888 textos (497318 leituras)
75 áudios (27407 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 18:00)
Uma Mulher Um Poema

Site do Escritor