Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando eu chegar...

Quando eu chegar não faça festa.
Não faça alarde.
Deixe-me ficar a sós contigo.
Não anuncie a ninguém,
Ficaremos somente nós dois.
Vamos conversar,
Nos olhar, dançar,
Sentir o perfume de nossas peles,
Matar a saudade de nossas bocas,
O gosto de nossas linguas.
Falaremos com ás mãos,
Tateando um ao outro,
Sentindo cada pedacinho de nós,
Saciando nossos desejos sufocados,
Deixando os instintos livres,
Soltando o grito da garganta,
Matando a saudade de nós,
Quando eu chegar,
Ah! Quando eu chegar...


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö" 


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 05/02/2006
Reeditado em 06/02/2006
Código do texto: T108188

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146142 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:31)
Dama De Negro