Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ZEUS

Nunca ninguém teve tantos amores
Celestes e terrenos como o divino Zeus.
Ouviam-se, no Olimpo, todos os rumores
Sobre as paixões do incontinente deus.

Amava ora como uma chuva de ouro;
Como nuvem para seu desejo disfarçar;
Bem como belo e possante touro
Para a linda e jovem virgem raptar.

Com deusas se casava para filhos gerar,
Nascendo assim o Apolo Sol e a Diana Lua.
Das mulheres mortais não conseguia se afastar,
Pois toda moça bela queria fazê-la sua.

Mas nem do Destino Zeus pode escapar
Ao deitar o olhar na mulher espartana.
Transformado em cisne, a bela vai amar
Pensando apenas na paixão mundana.

Dessa união nasce a mais formosa das mortais
Que tanta dor irá causar à gente troiana.
Lenda homérica que chega aos dias atuais
Mostra como é o amor que até Zeus engana.

Mas de Ilium, de sua glória e de seu fim,
A História já foi contada, e não por mim.

Moacir et Selena
dez de janeiro de dois mil e dois

Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 06/02/2006
Código do texto: T108595

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moacir et Selena
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
736 textos (71192 leituras)
8 áudios (1059 audições)
5 e-livros (2339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:57)
Moacir et Selena

Site do Escritor