Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA FOI EMBORA

ELA FOI EMBORA


Um dia ela enjoou daquela vida,

esvaziou as gavetas junto das minhas,

uma parte do guarda-roupa ficou vazia.

O banheiro não tem mais o seu perfume.

ela apagou todos os seus vestígios,

acho que pra eu não sofrer,

deixou um bilhete em branco,

suponho que não tinha mais o que dizer,

mas deixou, em contradição, por malícia,

uma calcinha sobre a cama, no lado que era dela,

e foi embora, sumiu na vida,

não sei aonde foi viver.


PUBLICADO NA ANTOLOGIA DE ESCRITORES BRASILEIROS ...E AUTORES DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - POESIAS, CONTOS E CRÔNICAS - 5ª EDIÇÃO - 2007 - EDITORA RICARDO ALEPH DE BENEDICTIS - RB EDITORA.
Mario Rezende
Enviado por Mario Rezende em 07/02/2006
Reeditado em 13/02/2008
Código do texto: T108995

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mario Rebelo de Rezende). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mario Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
689 textos (50928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:11)
Mario Rezende