Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somos Um

Quando baterem em tua porta vais ver quem é
Pode ser alguém esperado por anos a fio
Pode ser alguém estimado sem nem ser conhecido
Abre a porta e permite que entre,
E se estabeleça...
Deixa passar por tua porta aquele que sempre esperaste e nunca viste
Ou viste e não reconheceste
E calmamente percebes a chama flamejante,
E tua porta agora já fechada,
Deixa-te queimar nesse fogo...
Viaja pelos caminhos abertos por outra porta,
E deixa-te guiar por esse "conhecido-estranho"
E mesmo se até agora tu não sabes o nome...
Ele dirá ecoando em teu íntimo:
Sou o que sentes de mais terno e mais ardente
Sou aquele que chegou em teu coração e em tua alma,
Sou o amor.
Deixe-me entrar, e provarás de sensações nunca imaginadas...
E não adianta mais fechar a porta agora!
Eu cheguei tão mansamente que nem percebestes,
E me instalei sem sua permissão,
Porque não preciso de autorização.
Agora vive, prova, permita-se,
Mostrarei a minha única e verdadeira face,
Não preciso de máscaras, como pensam...
Sou o que há de mais nobre em ti...
Doa-me e doa-te ao outro,
E perceberás que de nada mais precisa,
A não ser de me provar mais e mais...

Priscilia Nascimento
Enviado por Priscilia Nascimento em 12/04/2005
Código do texto: T10918
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscilia Nascimento
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
222 textos (24433 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:05)
Priscilia Nascimento