Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
HUMILDADE

das Boas Obras muito eu zombei, bem me ri, 
o que  procurei entender, jamais compreendi;
do Amor desdenhei, e dEle, assim, me perdi;
mas, então O achei, quando eu aqui renasci;
da soberba eu apeei, a Humildade eu aprendi;
ao Amor os olhos lancei, e foi aí que eu Te vi;
outra não amarei, o meu Amor ao Teu prendi!

Moacir ad Selena 2005
brilhe a vossa LUZ!


e cingi-vos todos de humildade uns para com os outros,
porque Deus resiste aos soberbos,
mas dá graça aos humildes

(Tiago 4:6)
Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 10/02/2006
Reeditado em 10/02/2006
Código do texto: T110079

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moacir et Selena
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
736 textos (71182 leituras)
8 áudios (1059 audições)
5 e-livros (2339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:56)
Moacir et Selena

Site do Escritor