Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu veneno


Amo-te assim nesta obscuridade
Como uma lenda ainda que sombria
Não pelo esplendor desta louca magia
Mas pelo calor que ainda aquece a noite fria.

Amo este amor que ainda alucina
Até pela dor que ainda me é sina
Algo em tua alma saiba, me domina.
Lembrando este olhar...Desatina.

Ah, este amor que ainda quero!
Com todos os ais eu ainda espero
Mesmo entre espinhos ainda te quero.

Tens o sorriso que me adormece
Conhecer-te sem querer amar-te sempre?
Tu és meu veneno...Tu és minha serpente.


12/04/05
LuliCoutinho
Enviado por LuliCoutinho em 12/04/2005
Reeditado em 24/01/2006
Código do texto: T11011
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LuliCoutinho
São Paulo - São Paulo - Brasil
863 textos (158639 leituras)
2 áudios (428 audições)
7 e-livros (1313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:02)
LuliCoutinho