Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Quarto


I

Discos esqueceram teu nome,

Livros cegos de olhares.

O relógio perdeu a fome

E o retrato tem saudades.


II

A madrugada traga incenso de benjoim.

O teto exibe estrelas fluorescentes,

A parede azul asas de querubim.

E as juras? Traziam ilusões adjacentes.


III

Café triste sem argumento.

Lençóis desejando pêlos.

Rascunhos de envolvimento,

Futuras cartas mirando selos.


IV

A cama fria de metal desafinado.

Quarto de estrada perdida,

Criado-mudo de segredo revelado.

Alma de pálida despedida.

Fabrício Pires
Enviado por Fabrício Pires em 12/02/2006
Código do texto: T111097
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabrício Pires
Osório - Rio Grande do Sul - Brasil
14 textos (461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:17)
Fabrício Pires